7 recomendações importantes para você e seus filhos durante a quarentena
01/05/2020 05:03 em Família e relacionamento

Temos aqui e agora uma grande oportunidade para reivindicar nossa humanidade. Aproveite ao máximo este tempo com sua família e valorize cada instante.

Emma E. Sánchez

Não há dúvida de que estamos vivendo tempos que testam nossas habilidades, saberes, criatividade e paciência para enfrentar e viver da melhor maneira a situação mundial de saúde que o coronavírus tem provocado.

Entre as muitas consequências que surgiram na aplicação das medidas de proteção da saúde em muitos países, tem sido o fato de as crianças estarem em casa para evitar que se contagiem, trazendo consigo uma série de situações de todo o tipo para os cuidadores e pais de família.

Seria muito fácil e falso dizer e pensar que ter em casa os pequenos é simples, que se podem cuidar e que eles podem simplesmente continuar com seus deveres escolares até que as autoridades digam que já podem voltar à escola ou à vida antes da pandemia. Não, não é simples nem fácil, e para muitos é uma problemática real e muito complexa.

Por isso, antes de me atrever a dar alguma sugestão, quero esclarecer este ponto novamente: não é fácil e cada família tem suas particularidades, pelo que todos devemos ser considerados, solidários, mas sobretudo, respeitosos. Cada pessoa e família resolvem o melhor com o que têm, o que sabem e o que podem.

Dito isso, eu compartilho essas recomendações que certamente podem ajudá-lo a pensar em muitas outras opções que funcionam para você e seus.

Mantenham rotinas

Uma das primeiras mudanças que fazemos neste tipo de situação é relaxar nossos hábitos e rotinas; todos os que têm a oportunidade de ficar em casa começam por levantar-se mais tarde ou pelo menos não tão cedo como se acostuma, e esse é o início da desordem, os problemas entre cônjuges e outras complicações; mas esclareço: levantar-se mais tarde do que o normal não é o problema, o problema é que se perca a ordem e o ritmo da vida.

Então, na medida do possível, estabeleçam rotinas para levantar, tomar um banho, tomar café da manhã e começar o trabalho.

Se os pais têm a boa sorte de poder ficar em casa, podem fazer um horário para todos; se só será algum adulto ou cuidador das crianças, é importante que tenham um horário para se levantar, tomar café da manhã, uma rotina de trabalho, estudar e descansar, ter tempo de leitura e jogos de tal maneira que quando os pais cheguem, toda a família possa ter a rotina habitual com pais, descansar ou outras situações familiares.

Os meninos devem ir para a cama à mesma hora todas as noites. As rotinas nos ajudam a estruturar a mente e dominar nossos impulsos.

O mais complicado de estar em um confinamento é não saber o que fazer, e quando isso ocorre, começam outras problemáticas desnecessárias nestes dias.

Dediquem tempo às tarefas

Sabemos que para muitas crianças ou adolescentes será difícil fazer as tarefas de casa ou as escolares, mas é necessário e bom, contanto que isso não gere gastos de dinheiro extras ou não considerados no orçamento familiar; especialmente em momentos como este em que temos de ter muito cuidado com o dinheiro.

Há muito que fazer em casa, acomodar brinquedos, sacudir, fazer o jardim e outras tarefas que as crianças podem realizar de acordo com suas idades. Uma mente ocupada é a fonte da saúde mental em dias como estes, uma atividade de trabalho por dia é mais do que suficiente.

Lazer e descanso

O tempo de ócio também é bom e necessário na infância, pode-se dar tempo livre para o tédio, isso desperta a criatividade. Apenas verifique se as crianças estão em um lugar seguro sem coisas perigosas, e pronto! As crianças criarão, apenas lembre-se de supervisioná-las.

Por outro lado, este tempo também pode dar as oportunidades de descanso que os adultos ou toda a família necessitam. Descansem, tirem uma soneca e depois continuem com o dia.

Nesse aspecto, apenas tenha cuidado para que nenhum membro da família disfarce ou esconda sinais de cansaço depressão. Se você observar que alguém em sua casa se isola, deixa de comer, abusa da comida, chora ou simplesmente está se desequilibrando de alguma maneira, talvez não esteja lidando bem com o isolamento social, o que requer sua atenção ou a de um profissional.

Cuide da sua alimentação

Todos nós devemos evitar comer o dia todo, alterar a rotina alimentar é uma das primeiras complicações que vivemos em casa, especialmente alimentos ricos em açúcar ou farinhas. Começamos a experimentar tédio, ansiedade ou até angústia e começamos a ganhar peso e a gerar mal-estar físico e até mesmo doenças. Então, lembre-se de comer normalmente e de vez em quando algo saboroso. Cuidar de sua alimentação nestes dias é cuidar de sua economia, mas, sobretudo, da saúde de todos os que você ama.

Falar e ter uma conversa

Tomem um tempo para dialogar, fazer coisas juntos e descansar. As crianças podem ligar para os avós ou para os amigos; dessa maneira se favorecem muitas habilidades linguísticas e sociais que os videogames não podem fazer. Cuidado com o tempo na frente das telas também.

Falem sobre o que se passa e verifiquem se ninguém está com medo devido a informações erradas ou dificuldade de compreender as coisas. Falar com clareza e segurança segundo a idade de nossos filhos, lhes dará certeza e confiança.

Outra grande ideia é fazer o plano para a contingência juntos; por exemplo, os horários e até o menu para que todos participem e se sintam necessários e integrados a uma família que se preocupa com eles.

Ter atividades físicas

Dentro de casa as crianças podem e devem ter atividades físicas e quando os pais se unem, fica ainda melhor! Seja de manhã ou à tarde, dedique tempo para uma atividade física. Isso reduz, nos adultos, o estresse e ansiedade por não poderem sair, e faz com que as crianças fiquem cansadas e vão para a cama com sono. E como se não bastasse, fortalece o seu sistema imunitário, algo vital nestes dias.

Controlem a qualidade da informação que entra no seu lar

Se for necessário, desliguem a TV ou os noticiários e tudo aquilo que lhes inquieta ou lhes roube a paz. A crise pode também ser uma oportunidade para desenvolver a fé, cultivar a oração e fazer tudo aquilo que lhes fortaleça e evite brigas, discussões ou até violência.

Busquemos fazer com que nossas crianças tenham uma lembrança deste tempo como a grande oportunidade que a humanidade teve para trabalhar e colaborar juntos, para escutar o nosso planeta; mas, acima de tudo, para nos tornarmos um pouco mais empáticos e sensíveis para com todos à nossa volta e para com a família, é o melhor lugar para o viver.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original 7 recomendaciones importantes para ti y tus hijos durante la cuarentena

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

 

OUÇA TAMBÉM EM:

          

 

DIVULGADORES
radiosaovivo.net Melhores Rádios